Por que a semelhança entre o NT e os Manuscritos do Mar Morto? Qual a datação dos MMM?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Os Manuscritos do Mar Morto são semelhantes ao NT por causa da tradição Escriturística Israelita. Ambos usam e “abusam” da Bíblia Hebraica (antigo testamento). quando digo “abusam” é que eles estão cheios, permeados, encharcados da tradição textual principalmente da Torah. Como discutimos em nossas aulas, os livros mais usados por ambas as tradições são Deuteronômio, Isaías e os Salmos.
As expectativas messiânicas, as leis que governavam suas vidas, eram as mesmas pois todos eram Israelitas (Palestinos em sua maioria). Assim, há muita coisa em comum entre os diversos grupos Israelitas da época. E por isso a importância de estudar tais documentos para entender melhor o contexto no período de Jesus.

Quanto a datação dos Manuscritos foram usadas pelo menos três maneiras de identificação.
a) Arqueologia b)Paleografia (estudo da escrita antiga) c) processo químico – como o Carbono-14

a) Arqueologia – baseado em estudos nas ruínas de Quirbet-Qumran (a vila perto das cavernas a beira do Mar Morto) Roland de Vaux descobriu que o local havia sido habitado em vários períodos:
(1) VIII-VII a.C. – fase Israelita
(2) II-I a.C. – atribuida ao período dos Harmoneus, mais especificamente João Hircano (134-104 a.C.) até c.31 a.C.
(3)Nova fase possivelmente pelo mesmo grupo de c.4 a.C até 68 d.C.
(4) Romanos ocupam local brevemente c.68-69 d.C.

claro que essas datas são aproximadas e outros tem revisado os detalhes. mas no geral o esquema de de Vaux continua em pé. ou seja, a comunidade dos manuscritos do mar morto (provavelmente os Essênios) habitaram a região entre IIa.C. até a destruição de Jerusalém c.68-70 d.C.

b) Paleografia – baseado na caligrafia dos manuscritos e mais recentemente na sintaxe os documentos achados nas cavernas foram datados entre 250a.C.-68-70d.C. Claro grupos de textos foram colocados em períodos distintos. Alguns dos mais antigos (época dos Hasmoneus) como 4QSamuel(b), 4QJeremias(a) e 4QExodus(f) são diferentes de manuscritos mais “recentes” como 4QNum(b)- época de Herodes o Grande. isso e dá pelo estilo de grafia e como as frases eram compostas que são comparados com documentos mais firmemente datados na região.

c) Quanto ao método químico de datação o carbono-14 lembre-se que nem tudo foi submetido, mas exemplares. e as datas que o espectro de carbono-14 revela é aproximado na melhor das hipóteses num período de 100 anos podendo chegar até 300 anos. Ou seja, esse método apenas não é preciso mas auxilia os outros métodos usados acima. As datas apontadas pelos testes vão de cerca de 390 a.C. até 115 d.C. O que corrobora as datas paleográficas e arqueológicas. Se quiser posso te enviar um quadro com uma lista de datas comparativas de alguns manuscritos (do livro THE MEANING OF THE DEAD SEA SCROLLS – James VanderKam e Peter Flint)

resumindo, eliminando as datas extremas (que podem estar corretas) temos uma certa precisão que os manuscritos do Mar Morto e a comunidade de Qumran existiram no período de II a.C.-Id.C.

Por: Rodrigo Galiza