Marcelo Ebed Amorim

menos de 1 minuto Texto:- Oséias 6.1-6. “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor”. INTRODUÇÃO:- A maior fraqueza na igreja hoje é uma falta do conhecimento de Deus. Muitos são como os samaritanos, de quem Jesus disse: “Vós adorais o que não sabeis;” (João 4:22). João 17:3 mostra a importância de conhecer a Deus: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. O que poderia ser mais importante que isso? Todavia, a palavra Continue lendo

menos de 1 minuto O Dr. Zuck, em seu livro “A interpretação bíblica”, no capitulo seis, fala-nos da transposição do abismo literário, fazendo uma comparação entre os aspectos estruturais de uma edificação e as estruturas textuais pertencentes a uma literatura. Ele estabelece uma correlação entre ambos, dizendo que em seus projetos, ambos querem estabelecer elementos semelhantes e uma coordenação de aspectos diferentes. O projeto de interiores ocupa-se dos detalhes estruturais para que o resultado final seja agradável e funcional. Harmonia (coordenação), variedade e praticidade Continue lendo

menos de 1 minuto Introdução  Ao nos confrontarmos com questões adversas a respeito das narrativas neotestamentarias, necessitamos entender as questões envolvidas na formação do Cânon do Novo Testamento, para assim podermos compreender o conteúdo pratico dos escritos. Para tanto, irei desenvolver nesse artigo, um estudo abrangente, afim de que as questões levantadas junto aos “Bereanos” sobre a fonte Q, sejam sumariamente respondidas. Não tenho a pretensão de eximir as duvidas em torno desse complexo assunto, mas sim, desenvolver uma ideia pratica sobre o problema Continue lendo

menos de 1 minuto O debate se iniciou com a pergunta do Pr Luiz Curvelo sobre os anjos, na sequencia, quem inicia os comentários a respeito é o Pr Clemente, que cita o texto de II Pedro 2.4, “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;” O Pr Carlos Roberto inicia participação dizendo que “esse assunto de livre arbítrio é eterno”, porem, gostaria de entender e ouvir Continue lendo

menos de 1 minuto Esta pergunta foi suscitada baseada no texto de Charles Swindoll, que diz existir uma lei judaica nos tempos de Jesus, em que era proibido a criação de  aves como aquelas, que poderiam sujar a cidade santa, e aos olhos deles as coisas santas. E agora, o galo cantou ou não? O Dr Wagner Pedro inicia o debate, dizendo que o “canto do galo” sig. a sirene militar romana e não uma ave pela qual eles chamavam de “canto do galo” Continue lendo

menos de 1 minuto Ressaltemos desde o inicio: A ética é uma questão absolutamente humana! Porque a ética tem um pressuposto: a possibilidade da escolha. É impossível falar em ética sem falar em liberdade. Quem não é livre não pode, evidentemente, ser julgado do ponto de vista da ética. Há quem diga: “eu queria ser livre como um pássaro”; lamento profundamente, pois pássaros não são livres, pássaros não podem não voar, pássaros não podem escolher para onde vão voar, pássaros são pássaros. Se você Continue lendo

menos de 1 minuto Segundo a SBB (Sociedade Bíblica do Brasil), milhares de pessoas no Brasil e no Mundo têm suas vidas transformadas por meio de programas de alfabetização e do estímulo à leitura da Bíblia. Livro mais lido, traduzido e distribuído de todos os tempos, a Bíblia Sagrada tem servido de inspiração para uma ação muito especial. Imbuídas da vontade de conhecer mais profundamente a Palavra de Deus, pessoas de todo o mundo aderem a programas desenvolvidos por organizações cristãs que ensinam a Continue lendo

menos de 1 minuto Adriano Lima em seu livro Cristo: do Centro ao Pluralismo Religioso, propõe um olhar metodológico ao problema do histórico exclusivismo cristão, como diz o professor Luiz Carlos Susin em seu prefacio, Adriano faz uma provocação que pode chamar a atenção, removendo pedra sobre pedra, autor por autor, de forma bem escolhida, para chegar na sua tese de que: se para quem é cristão Cristo sempre é o centro, para Cristo o centro é o Reino de Deus, e o centro Continue lendo

menos de 1 minuto Uma crise tem-se espalhado no panorama do cristianismo moderno, e seus tentáculos alcançaram os recessos de boa parte do movimento evangélico e do movimento pentecostal-carismático. Trata-se da crise da baixa valorização e da negligencia da teologia. Uma inclinação pelo espetacular, pela manipulação emocional e pelo discipulado superficial muitas vezes substitui a prática benéfica de forjar um sistema de crença ortodoxo, isto é, um sistema que nos ampare contra a heresia, articule os princípios de nossa fé, nos afaste dos preconceitos Continue lendo